Soldados da Otan morrem em explosão no sul do Afeganistão

Cabul, 24 ago (EFE).- Pelo menos dois soldados da Otan desdobrados no Afeganistão morreram por causa da explosão de uma bomba no sul do país, informou hoje o comando militar da Aliança Atlântica.

EFE |

A Força Internacional de Assistência à Segurança (Isaf), sob comando da Otan, explicou que a explosão ocorreu ontem, em um breve comunicado que não diz a província na qual o ataque aconteceu.

A organização militar não revelou a nacionalidade das vítimas, uma prerrogativa dos estados correspondentes.

"Apesar destas duras perdas, continuaremos nossa missão com determinação e concentraremos nossas atividades na proteção da população afegã e em acabar com a ameaça insurgente sobre suas vidas", disse um porta-voz da Isaf, o general- de-brigada Eric Tremblay.

No leste do país, uma força conjunta das tropas da Otan e do Exército afegão deteve quatro supostos insurgentes em duas operações contra membros da rede Haqqani e extremistas relacionados com ataques com artefatos explosivos.

As ofensivas se desenvolveram ontem na província de Paktya (leste) e na centroriental de Wardak, assegurou o comando da Isaf, em outro comunicado.

Segundo a nota, as ofensivas, lançadas contra recintos supostamente utilizados pelos insurgentes, não causaram vítimas militares nem civis. EFE lo-mb/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG