Seul, 3 mar (EFE).- Um soldado norte-coreano abandonou seu país e entrou na Coreia do Sul nesta terça-feira, através da fortemente militarizada zona de fronteira entre os países, informou hoje o jornal sul-coreano Donga Ilbo.

Segundo fontes do Governo sul-coreano, um soldado do Exército da Coreia do Norte cruzou a linha de demarcação militar a leste da fronteira na província de Gangwon, por volta de 19h locais na terça-feira (7h em Brasília), e manifestou a soldados sul-coreanos que estavam de guarda nas cercanias que desejava desertar.

As autoridades sul-coreanas iniciaram investigação e interrogatórios para esclarecer o motivo e a rota exata pela qual o soldado entrou na Coreia do Sul.

Em abril de 2008, um oficial norte-coreano desertou ao sul através da fronteira, nas proximidades da zona desmilitarizada de Panmunjom, enquanto outro soldado norte-coreano chegou ao país vizinho em outubro do mesmo ano na província de Gangwon.

Em outubro do ano passado, um sul-coreano de 30 anos abandonou seu país rumo à Coreia do Norte pela fronteira terrestre, situação muito mais rara.

A zona desmilitarizada entre as duas Coreias está fortemente vigiada e foi causa de tensões desde o fim da Guerra da Coreia, em 1953. EFE ce/fm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.