Soldado israelense Shalit está bem, afirma presidente egípcio

O presidente egípcio, Hosni Mubarak, afirmou que o soldado israelense Gilad Shalit, seqüestrado desde 2006 na Faixa de Gaza, está bem, em uma entrevista ao jornal de Israel Yediot Aharonot.

AFP |

"Segundo as informações que tenho, Gilad Shalit está bem. Não acredito que o tratem mal", afirmou Mubarak.

"Sob nenhuma circunstância ele deve ser maltratado. Recebeu uma carta há pouco e terá uma resposta".

"Os palestinos não são estúpidos. Devem pensar seriamente nas conseqüências se o matarem. Como poderiam obter a libertação de centenas de detidos se o agredirem. Se acontecer algo com ele, qualquer coisa, Israel não libertará um só prisioneiro", acrescentou Mubarak.

Há alguns meses o Egito atua como mediador entre Israel e o grupo radical Hamas, que controla a Faixa de Gaza desde junho de 2007, para obter a liberação de Gilad Shalit.

Gilad Shalit, que também tem nacionalidade francesa, recebeu pela primeira vez uma carta dos pais, graças à intervenção da França, anunciou no sábado seu pai Noam.

Shalit foi capturado em junho de 2006 nos limites da Faixa de Gaza por um grupo armado palestino.

jlr/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG