Soldado húngaro morre ao desativar bomba no Afeganistão

Um soldado húngaro da Força de Segurança Internacional da Otan estacionada no Afeganistão morreu ao desativar uma bomba artesanal em Baghlan, no nordeste do país, anunciou o Ministério da Defesa, este sábado, em Budapeste.

AFP |

Após a descoberta de dois explosivos, na beira da estrada que leva a Kunduz, as forças alemãs pediram a cooperação da unidade de nove especialistas húngaros especializados em detecção e desativação de bombas, de acordo com a nota.

Uma das bombas explodiu quando o comandante da unidade se aproximou, e ele morreu na hora.

Essa é a segunda vítima do contingente húngaro, que tem 250 militares, hoje, no Afeganistão. O militar morto neste sábado havia substituído o que faleceu no início do mês.

Por causa dessa seqüência de mortes, o Ministério húngaro da Defesa decidiu suspender, provisoriamente, as operações de desativação de bombas.

mg/tt

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG