Um soldado do Exército americano tornou-se o primeiro na história a pedir asilo político na Alemanha. Ele alega oposição à Guerra no Iraque.

Advogados representando o soldado, cujo nome ainda não foi revelado, fizeram um pedido formal de asilo ao governo alemão.

O pedido tem como base a oposição do soldado à guerra e também busca amparo nas leis internacionais.

Segundo os advogados, é o primeiro caso desse tipo na Alemanha.

O soldado deve participar de uma entrevista coletiva para a imprensa em Frankfurt nesta quinta-feira.

Segundo a correspondente da BBC em Berlim, Tristana Moore, o americano, de 31 anos, serviu na Guerra do Iraque entre setembro de 2004 e abril de 2005.

Ele foi enviado a Bagdá para trabalhar como mecânico junto ao batalhão 601 de Apoio Aéreo.

Depois de completar sua missão, ele retornou à base americana em Katterbach, no sul da Alemanha.

No ano passado, com retorno previsto para o Iraque, o soldado fugiu do Exército.

Ele argumenta, ao pedir asilo, que a Guerra no Iraque é ilegal.

Em uma declaração, o advogado do soldado disse que seu cliente estava preocupado com o número crescente de vítimas civis da guerra e não queria lutar em uma guerra em que não acreditava.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.