Soldado americano morre e 4 rebeldes são detidos no Iraque

Bagdá, 16 out (EFE) - Um soldado americano morreu por causas alheias ao combate em Bagdá, segundo um comunicado do comando militar dos Estados Unidos, que também anunciou hoje a detenção de quatro supostos insurgentes.

EFE |

A nota, que não especifica o motivo de sua morte, afirma que o militar morreu na quarta-feira.

Por outro lado, as tropas iraquianas detiveram dois supostos "criminosos" e dois supostos "terroristas" em operações isoladas no centro do Iraque no dia 12, informou o Exército americano em outro comunicado.

Uma das ofensivas foi registrada na cidade de Hilla, 100 quilômetros ao sul de Bagdá, e levou à detenção do suposto líder de uma "célula criminosa", segundo a nota.

O detido também tem estreitos contatos com dirigentes de outras redes.

Em outra operação em Basra, 580 quilômetros ao sul de Bagdá, as Forças de Segurança iraquianas detiveram um suposto membro de outra célula criminosa, explica o texto.

Além disso, outros dois supostos terroristas foram capturados no sudeste de Bagdá por tentar lançar ataques com artefatos explosivos, acrescentou a nota.

Por outro lado, um civil iraquiano morreu hoje na explosão de uma bomba no sul de Baquba, capital da província de Diyala, ao nordeste de Bagdá, indicaram fontes do Ministério do Interior, que não deram mais detalhes sobre o ataque.

Em outro incidente, três policiais iraquianos ficaram feridos hoje na explosão de um carro-bomba dirigido por um suicida na cidade de Balad, 80 quilômetros ao norte de Bagdá, acrescentaram as fontes.

EFE am/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG