Bagdá, 17 jun (EFE).- Um soldado americano morreu após a explosão de uma bomba na localidade iraquiana de Hilla, 100 quilômetros ao sul de Bagdá, informou hoje o comando militar dos Estados Unidos.

A cúpula militar não deu dados mais concretos sobre o atentado, que aconteceu ontem.

Por outro lado, o Exército americano anunciou a detenção de três pessoas, supostos membros de "grupos especiais", expressão com a qual os EUA se refere às milícias xiitas vinculadas com a Guarda Revolucionária do Irã.

Um suposto líder destes grupos foi detido ontem no bairro de Kamaliya, distrito de Nova Bagdá, no leste da capital.

O detido é suspeito de colocar e detonar artefatos explosivos contra membros das Forças de Segurança iraquianas e soldados americanos. EFE am-ju-ssa/ma

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.