Soldado americano e dois iraquianos morrem no Iraque

Um soldado americano e dois iraquianos - um policial e um candidato às eleições provinciais de 31 de janeiro - foram mortos neste sábado em pontos diferentes do Iraque, informaram fontes do exército e da polícia.

AFP |

O militar americano morreu neste sábado perto de Bagdá, segundo informações do exército dos EUA, que não deu maiores detalhes sobre o incidente, indicando apenas que uma investigação havia sido aberta para apurá-lo.

Pelo menos 4.246 soldados americanos já morreram no Iraque desde março de 2003, de acordo com uma contagem da AFP baseada nos cálculos do site independente www.icasualties.org.

O tenente da polícia morreu em Tikrit, 180 quilômetros ao norte de Bagdá, vítima de uma bomba magnética que explodiu quando ele entrou em seu veículo, indicou uma fonte policial.

Já Mohamed Hadi Laihub, que se candidatou nas últimas eleições pelo partido laico Al Umma, foi assassinado em sua casa por homens armados não identificados na província de Babil, ao sul de Bagdá, informou a polícia.

O partido Al Umma é antiiraniano e antisírio. As eleições foram vencidas pelo partido do primeiro-ministro iraquiano, Nuri al Maliki.

str/hc/ap

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG