Jerusalém, 27 fev (EFE).- O alto representante para Política Externa e Segurança Comum da União Europeia (UE), Javier Solana, visitou hoje Gaza em uma demonstração de solidariedade à população desse território palestino, à qual prometeu a ajuda dos países do bloco para a reconstrução.

"Viemos aqui expressar nossa solidariedade com a população de Gaza e dizer que ajudaremos no processo de reconstrução", disse o chefe da diplomacia da UE, diante das ruínas de um colégio destruído pela recente ofensiva militar israelense, informa a agência palestina independente "Ma'an".

Solana é o funcionário europeu de maior categoria a visitar Gaza desde 2007, quando o movimento islâmico Hamas expulsou as forças leais ao presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmoud Abbas, e assumiu o controle exclusivo desse território.

Segundo diversas fontes, Solana não se reuniu hoje com nenhum representante do Hamas, ao qual a UE boicota desde 2006, por sua recusa em reconhecer Israel, parar a violência e aceitar os acordos de paz assinados até então.

A visita de hoje diz respeito aos esforços internacionais para enfrentar a reconstrução da devastada Gaza, após 22 dias de ofensiva militar israelense, entre 27 de dezembro e 18 de janeiro.

Na próxima segunda-feira, haverá no Cairo uma conferência internacional de doadores para Gaza, com a presença do próprio Solana.

Segundo a agência "Ma'an", Solana também expressou em Gaza que a força de observadores europeus que supervisionava até 2007 a passagem fronteiriça de Rafah está pronta para retomar sua missão.

Nas últimas semanas, por causa das negociações entre Israel e Hamas para alcançar uma trégua de um ano, o contingente acelerou seus preparativos, confirmaram à Agência Efe fontes da missão.

Solana, segundo a "Ma'an", disse hoje que a UE participará da operação de abertura das passagens quando tiver a aprovação de todas as partes relevantes. EFE Elb/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.