Solana condena atentado de hoje no Afeganistão

Bruxelas, 20 out (EFE).- O alto representante da União Européia (UE) para Política Externa e Segurança Comum, Javier Solana, condenou nos termos mais fortes possíveis o desprezível ataque de hoje no Afeganistão, em que um suicida matou ao menos dois soldados alemães e cinco crianças.

EFE |

Em comunicado, Solana afirmou que a UE "segue totalmente comprometida a apoiar o povo e o Governo do Afeganistão, em seus esforços para construir a longo prazo um futuro estável e democrático".

O chefe da diplomacia da UE expressou suas "mais sinceras condolências" às famílias das vítimas, que integravam a Força Internacional de Assistência à Segurança (Isaf), sob comando da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan).

O diplomata também deixou claro seu apoio às autoridades do Afeganistão e da Alemanha e desejou uma pronta recuperação às pessoas que ficaram feridas no atentado.

Solana também condenou o que chamou de "atroz ataque" que deixou uma britânica morta esta manhã, após ser baleada em Cabul.

Mais de 4.200 pessoas morreram neste ano em combates entre as forças internacionais e a insurgência, assim como em atentados e bombardeios. EFE rja/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG