Solana comemora propostas da Rússia sobre arquitetura de segurança

Munique (Alemanha), 7 fev (EFE).- O alto representante para Política Externa e Segurança Comum da União Europeia (UE), Javier Solana, comemorou hoje as propostas realizadas pela Rússia em relação a uma nova arquitetura de segurança europeia e disse que os países vizinhos deveriam enfrentar juntos as ameaças.

EFE |

Solana participa hoje do segundo dia de debates da conferência sobre segurança realizada em Munique, que está concentrada em analisar, entre outros assuntos, o futuro da segurança europeia e as relações da UE com a Otan, e da Rússia com a Aliança.

Em seu discurso Solana elogiou as ideias apresentadas mo ano passado pelo presidente russo, Dmitri Medvedev, sobre uma nova arquitetura de segurança europeia, mas rejeitou que seja possível fazer um novo processo de Helsinque, como o que levou ao nascimento da Conferência de Segurança e Cooperação na Europa (CSCE).

"Acho que é difícil iniciar um Helsinque II, mas seria possível falar de um Helsinque adicional", disse Solana, em referência às propostas russas nesta direção, acrescentando que o alcançado pela CSCE para a paz e a estabilidade é fundamental e por isso não deve ser substituído, mas complementado.

Lamentou que a cooperação entre a UE e Rússia tenha sido até agora melhor em assuntos estratégicos, por exemplo, em relação ao Irã ou à luta contra o terrorismo, do que nos problemas de vizinhança.

"É mais fácil ser parceiro estratégico do que bom vizinho", disse.

Justamente por isso, comemorou que o Governo russo tenha manifestado disposição ao diálogo, e isso, disse, já é um mérito.

O discurso mais esperado deste segundo dia será o do vice-presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, que deve apresentar em Munique as linhas mestras da política externa e de segurança da nova Administração americana. EFE ih/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG