Foi como se tivessem agredido meu marido, declarou nesta segunda-feira a uma revista italiana a atriz Sofia Loren, referindo-se à agressão sofrida há oito dias pelo primeiro-ministro italiano Silvio Berlusconi.

"Sinto-me muito ligada a Silvio Berlusconi, sofri muito. Ele foi vítima de um gesto realmente malvado, que não merecia", afirmou La Loren, 75 anos, falando à revista Diva e Donna.

No domingo retrasado, no fim de um comício eleitoral, Silvio Berlusconi foi atingido no rosto por uma miniatura da catedral de Milão, atirada por um homem tratado há uma década por problemas psiquiátricos. O chefe de governo teve o nariz e dois dentes quebrados, e o agressor foi detido.

Berlusconi passou quatro noites no hospital antes de receber alta, na quinta-feira. Ele deverá ficar 15 dias de repouso, sem participar de eventos públicos.

asl/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.