Sócrates é reeleito secretário-geral do Partido Socialista português

Lisboa, 15 fev (EFE).- José Sócrates foi reeleito pela terceira vez secretário-geral do Partido Socialista (PS) de Portugal ao receber 96,43% dos votos, nas eleições diretas efetuadas entre sexta-feira e esta madrugada, informou hoje a formação política.

EFE |

Em comunicado, o PS assinalou que dos 73.104 militantes inscritos votaram 26.331, um número similar ao das eleições de 2006.

O atual primeiro-ministro e secretário-geral do PS obteve 25.393 votos, foram registrados 736 votos em branco e 202 foram cancelados, segundo a nota oficial.

Segundo os estatutos, dos militantes inscritos só podem votar os que estejam mais de seis meses na organização e tenham pago as cotas de 2008.

Em 2004, quando Sócrates teve como opositores Manuel Alegre e João Soares, venceu com cerca de 78% dos votos e se registrou a que foi considerada como uma participação recorde de cerca de 35.000 militantes.

Ao mesmo tempo, neste processo são escolhidos 1.729 delegados para o congresso do PS, que será realizado do dia 27 de fevereiro a 1º de março na localidade de Espinho (norte).

Além disso, neste congresso participarão 133 delegados com direito a voto, em razão das funções que desempenham no PS, entre outros, membros da Comissão Política, do Secretariado e presidentes de comissões parlamentares.

A moção que Sócrates apresentará ao congresso e que se denomina "PS, a Força da Mudança" já recebeu o respaldo de perto de 1.700 dos delegados escolhidos.

Outras duas moções de militantes do PS não receberam o voto de mínimo 50 delegados necessários para que possam ser discutidas na reunião magna do partido governante de Portugal. EFE mrl/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG