Socialite é acusada de ficar bêbada e permitir carícias íntimas em voo

Uma socialite britânica foi acusada em um tribunal de Londres de ficar bêbada, mostrar sua calcinha fio-dental e permitir que outro passageiro tocasse seus seios durante um voo da Kingfisher Airlines.

BBC Brasil |

Clare Irby, 30 anos, uma das herdeiras da fabricante de cervejas Guinness, voava de Bangalore para Londres em um voo da companhia, quando ocorreu o incidente.

O comandante do voo, Vivek Sondhi, disse ao juri que a socialite, que viajava com seu filho, de dois anos de idade, estava "a beira de se tornar perigosa".

A ré, de 30 anos, nega que tenha ficado bêbada durante o vôo. Ela disse ao tribunal que talvez tenha bebido "cinco ou seis" taças de vinho tinto durante o voo, mas estava apenas "alta".

Mão boba

"Eu continuava funcionando com todas minhas faculdades. Eu não estava bêbada", disse ela.

A socialite confirmou ter conversado com outro passageiro, Daniel Melia, de 36 anos, mas declarou: "posso assegurar-lhes que ninguém tocou meus seios".

Clare Irby também negou qualquer problema com a forma como trocou de roupa durante o voo, afirmando que tomou cuidado para proteger sua dignidade.

A ré ainda criticou os comissários de bordo, dizendo "eu não senti que eles estavam particularmente satisfeitos de ter uma mãe solteira com o filho a bordo".

Quando a polícia descreveu o suposto comportamento de Clare Irby, sua resposta ao tribunal foi: "Parece que estou ouvindo (eles falarem) sobre um estranho".

Mas outra passageira a bordo, Polly O'Callaghan, disse que a socialite flertou com Melia.

Os dois beberam várias taças de vinho juntos, disse a testemunha. Segundo O'Callaghan, a socialite teria dito a Melia: "Normalmente não fico assim tão relaxada. Deve ser todo o ópio que venho tomando".

Ela acrescentou, no entanto, que o comentário pode ter sido uma brincadeira. A testemunha disse ainda que os dois passageiros falavam alto e eram abusivos em relação aos comissários, apertando o botão para chamá-los repetidamente.

Também foi dito que a namorada de Melia mudou de assento, porque estava sendo ignorada.

Preocupação com o filho

A testemunha disse ainda que ficou preocupada com o filho da ré, que estava pulando na cadeira ao lado da mãe, enquanto ela dormia.

Ela também contou que Clare Irby colocou a mão no rosto de uma comissária, enquanto dizia palavrões para outra.

Ao descrever o comportamento dos dois passageiros, o comandante do voo, Sondhi, afirmou: "Eles estavam a beira de se tornar perigosos, eu diria, então, pedi ao diretor do voo para parar de servi-los bebidas alcoólicas".

A comissária Shivaneji Sharma disse que a socialite tirou a saia, revelando a calcinha fio-dental, antes de vestir sua calça legging.

Outra comissária, Arpita Mehra, declarou: "ela estava ocupada com o passageiro sentado atrás dela". "Eles estavam conversando e se tornando próximos um com o outro, enquanto a criança chorava." "O homem estava debruçado para a frente, tocando os seios dela, e eles estavam se beijando." Daniel Melia não está sendo julgado.

Leia mais sobre avião

    Leia tudo sobre: cervejagrã-bretanhasexo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG