Socialismo é a chave contra a pobreza, diz Chávez

Lima, 16 mai (EFE) - O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, disse hoje em Lima, antes de participar da 5ª Cúpula América Latina-Caribe-União Européia (EU-LAC, em inglês), que a fórmula para lutar contra a pobreza é o socialismo.

EFE |

Em entrevista à imprensa pouco após chegar à capital peruana, esta madrugada, Chávez ressaltou que "o capitalismo é uma grande máquina geradora de miséria".

"Não queremos que todos sigam a proposta socialista, mas sim é preciso fazer esforços supremos para evitar os males que provoca o capitalismo", ressaltou o chefe de Estado venezuelano.

Sobre as brechas que existem em torno da desigualdade no mundo, um dos temas desta cúpula, disse que "há cem famílias no mundo cujo capital é superior a dois bilhões de pessoas do planeta, o que não é possível entender".

O dirigente venezuelano questionou o que as pessoas fazem com tanto dinheiro, "enquanto há milhões que não têm um centavo para comer um pedaço de pão em muitas partes do planeta".

Chávez chegou a Lima por volta das 2h (4h em Brasília) e se dirigiu diretamente a seu hotel, de onde partiu para assistir à inauguração da Cúpula América Latina-UE junto aos chefes de Estado e do Governo de 60 países. EFE amr/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG