Sobrevivente do avião que caiu no Índico é uma menina

Sana, 30 jun (EFE).- O sobrevivente resgatado do avião acidentado na segunda-feira (horário de Brasília) é uma menina, de idade indeterminada, informou hoje o vice-presidente da Aviação Civil do Iêmen, Mohammed Abdel-Rahman Abdel Qadir, em entrevista coletiva.

EFE |

O funcionário não informou a nacionalidade da menor resgatada, que foi levada a um hospital da capital de Comores, Moroni, e também não se sabe sobre seu estado de saúde.

Antes, Abdel Qadir tinha afirmado que a menor tinha 5 anos, mas, depois, desmentiu-se e disse que há informações contraditórias sobre a idade.

Abdel Qadir acrescentou que, até o momento, foram recuperados três cadáveres do aparelho acidentado, mas, antes, outra funcionária iemenita tinha declarado à rede de televisão "Al Jazira" que tinham sido resgatados sete cadáveres.

O responsável iemenita afirmou que foi formada uma equipe de investigadores franceses, iemenitas e comorenses para investigar as causas do acidente e continuar os trabalhos de busca e resgate.

Abdel Qadir informou também que o avião se submeteu, em 2007, a uma revisão completa, com a participação de especialistas da Airbus, companhia fabricante do aparelho, e que tinha sido confirmado seu "bom estado".

O avião da Yemenia Airway caiu no Oceano Índico com 153 pessoas a bordo, por causas ainda desconhecidas.

O aparelho, um Airbus 310-300, que tinha partido de Sana às 18h45 (12h45 de Brasília), aonde tinha chegado procedente de Paris, caiu no mar quando estava a apenas 30 minutos de seu destino, o aeroporto internacional de Moroni. EFE ja-jrg/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG