Sobem para 35 os palestinos mortos em incursão terrestre em Gaza

Jerusalém, 4 jan (EFE).- Pelo menos 35 palestinos morreram e 140 ficaram feridos desde que, no começo da noite de sábado, tiveram início os ataques por terra lançados por Israel contra a Faixa de Gaza, informaram fontes médicas.

EFE |

Grande parte das pessoas que morreram desde ontem à noite são civis, já que "Israel está disparando contra casas e mercados", disse por telefone à Agência Efe Hassan Yalaf, vice-ministro de Saúde do Hamas e diretor-geral do Hospital de Shifa.

A situação no principal hospital da faixa territorial palestina é "dramática", já que o fornecimento de energia foi cortado há dois dias e não há remédios nem pessoal para atendimentos de emergência.

"Estamos há dois dias funcionando com os geradores, que podem parar a qualquer momento porque não temos reservas de combustível", disse o vice-ministro.

O hospital está "totalmente lotado" e a situação no local é "angustiante", acrescentou.

As fronteiras com Israel estão fechadas e o Governo israelense informou que neste domingo não permitirá a passagem de carregamentos com ajuda humanitária, alimentos e remédios.

"A comunidade internacional precisa frear o massacre de civis", declarou Yalaf, que denunciou que Israel "está violando todos os direitos humanos dos palestinos".

Segundo testemunhas, os militares mantêm mais de 80 tanques, veículos blindados e escavadeiras no antigo assentamento judaico de Mitzarin.

As tropas de Israel dividiram a faixa territorial palestina em duas partes e as isolaram, de modo que do norte não há forma como ter acesso à região sul.

Na Cidade de Gaza, só se ouve o som dos aviões israelenses e das explosões e disparos da artilharia. As ruas, por sua vez, estão desertas, com dezenas de edifícios destruídos pelos bombardeios, entre eles o Parlamento do Hamas, totalmente arruinado.

Até o momento, o balanço de vítimas da ofensiva israelense iniciada no último dia 27 é de quase 500 mortos e mais de 2,5 mil feridos. EFE aca/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG