Sobem para 160 os casos de gripe suína nos EUA

Washington, 2 mai (EFE).- Subiu para 160 o número de casos confirmados de gripe suína nos Estados Unidos, informou hoje o Centro para o Controle de Prevenção de Doenças (CDC, em inglês) em seu boletim estatístico mais recente.

EFE |

Até ontem, o CDC havia confirmado 141 casos.

O número de estados americanos com casos confirmados também aumentou, de 19 para 21.

O boletim do CDC, atualizado todos os dias às 12h (segundo o horário de Brasília), indica que se registraram pela primeira vez casos da gripe suína nos estados de Connecticut (1), Flórida (2) e Missouri (1).

O mesmo boletim exclui um caso que havia sido confirmado ontem no Nebraska, sem, no entanto, explicar o motivo.

Nova York segue liderando a lista dos estados afetados pela gripe suína, com 50 casos, número que não aumentou desde ontem.

O Texas é o segundo estado com mais casos confirmados, com 28, além de ser o único a registrar uma morte, de um menino mexicano de quase dois anos (23 meses) de idade.

Califórnia (24) e Carolina do Sul (13) são os outros dois estados com mais de dez casos confirmados da gripe suína.

Os demais casos foram registrados em Massachusetts (oito); Nova Jersey (sete); Arizona e Delaware (quatro em cada); Illinois e Indiana (três); Colorado, Michigan, Kansas e Virgínia (dois); Minnesota, Nevada, Ohio e Kentucky (um).

O paciente morador do Kentucky está internado em um hospital da Geórgia, especifica o CDC.

No mundo todo, a Organização Mundial da Saúde (OMS) praticamente duplicou os casos confirmados de gripe suína nas últimas 24 horas, passando de 331 para 615, em 15 países, com 17 mortes. EFE cai/jp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG