Sobem a 16 mortos em naufrágio no Caribe; 70 estão desaparecidos

Miami, 29 jul (EFE).- Pelo menos 16 haitianos morreram e outros 70 seguem desaparecidos nas águas de Turks e Caicos, no Caribe, após o naufrágio nesta segunda-feira da precária embarcação que levava 200 pessoas.

EFE |

A Guarda Litorânea dos Estados Unidos informou hoje que encontrou outro corpo na noite de quarta-feira quando inspecionavam a zona do naufrágio, em uma operação conjunta com a Polícia marítima de Turks e Caicos. Até o momento 119 haitianos foram salvos.

A Polícia marítima de Turks e Caicos qualificou o naufrágio como uma "das piores tragédias marítimas" da história da região.

A embarcação, de entre nove e 15 metros de comprimento, se chocou contra o recife Molasses, 3 quilômetros a sudeste de West Caicos, aparentemente na segunda-feira à tarde, mas a Guarda Costeira dos EUA foi notificada apenas à noite.

A colisão teria ocorrido porque o capitão da embarcação desconhecia a rota e também não pôde fazer manobras com o forte vento e ondas de quase 2 metros que havia na região.

As autoridades da ilha caribenha iniciaram as operações de resgate na segunda-feira à noite utilizando botes pequenos com os quais conseguiram retirar cerca de 40 haitianos que estavam em um pequeno recife. EFE sob/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG