Sobe para 8 número de vítimas de ataques na China

PEQUIM - Sete terroristas e um policial morreram após uma série de explosões e uma troca de tiros posterior na cidade de Kuga, na região noroeste de etnia uigur de Xinjiang, na China, informou hoje a agência oficial de notícias Xinhua.

EFE |

Um porta-voz governamental explicou que um veículo motorizado carregado com explosivos invadiu dependências policiais e ativou as bombas.

As explosões ocorreram nesta madrugada no centro da localidade, entre 2h30 e 4h locais (15h e 17h de Brasília), afirmaram várias testemunhas citados pela "Xinhua", que disseram ter escutado vários disparos após as explosões.

Segundo as testemunhas, a Polícia isolou imediatamente a área das explosões, e fontes militares locais confirmaram o incidente e a mobilização de equipes para responder à ação.

As forças de segurança buscam os responsáveis pelas explosões. Um grupo de cerca de 15 pessoas poderia estar envolvido.

Kuga fica a cerca de 740 quilômetros de Urumqi, capital da região de Xinjiang, habitada pela etnia muçulmana uigur.

No dia 4 de agosto, 16 policiais morreram e outros tantos ficaram feridos em um atentado, perpetrado com explosivos de fabricação caseira, contra um posto alfandegário na cidade de Kashgar, no oeste da região de Xinjiang, a quatro dias do começo dos Jogos Olímpicos de Pequim.

Leia mais sobre: China

    Leia tudo sobre: china

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG