Sobe para 7 número de mortes pela gripe no Uruguai

Montevidéu, 8 jul (EFE).- O Ministério da Saúde do Uruguai divulgou hoje a sétima morte no país por conta da gripe suína: um homem de 53 anos do departamento de Florida, a aproximadamente 100 quilômetros da capital, Montevidéu.

EFE |

Segundo fontes da pasta, ele chegou a um hospital na terça-feira com pressão alta, diabetes e alguns problemas respiratórios. Há outros quatro internados no mesmo departamento.

Ontem as autoridades informaram da morte de uma mulher. Ela teria falecido no fim de semana, mas o diagnóstico só foi confirmado há pouco tempo.

De acordo com o Ministério, há 255 casos em todo o país e 72 já foram confirmados.

Até o momento, as sete vítimas contabilizadas são pessoas de entre 53 e 60 anos que apresentavam outras complicações além da gripe.

O Centro de Tratamento Intensivo (CTI) de dois hospitais públicos de Montevidéu está lotado com pessoas suspeitas de ter a doença.

O Ministério da Saúde modificou ontem o protocolo de assistência às pessoas com a doença. Elas receberão remédios diante do primeiro indício do vírus, e não após confirmada a doença.

A decisão foi tomada depois de aproximadamente 80% dos casos suspeitos da gripe no país confirmarem a presença do vírus.

O jornal "El Observador" anunciou para semana que vem carregamentos de Tamiflu e Relenza, remédios no combate à gripe.

Apesar do nome, a gripe suína não apresenta risco de infecção por ingestão de carne de porco e derivados. EFE.

crr/dp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG