Sobe para 66 o número de casos de gripe no Paraguai

Assunção, 24 jun (EFE).- Os casos de gripe suína subiram para 66 no Paraguai, depois da confirmação de oito novos contágios, informou hoje o Ministério da Saúde Pública do país.

EFE |

O órgão afirmou, além disso, que está acompanhando outros 82 casos suspeitos da doença.

"O método mais eficaz para diminuir a dispersão do vírus da gripe é o repouso em casa por pelo menos sete dias e a observação, dentro das casas, das medidas de higiene, ventilação dos quartos e uso de máscaras, em caso de sintomas respiratórios", afirmou a fonte.

"Se as viagens (ao exterior) forem inevitáveis, as pessoas devem estar conscientes do risco de exposição", por isso é necessário evitar aglomerações, lavar as mãos frequentemente e buscar atendimento médico, em caso de apresentar sintomas de gripe durante as duas semanas seguintes ao retorno, acrescentou.

O Governo paraguaio decretou estado de emergência sanitária no dia 5 de maio, diante do alerta da Organização Mundial da Saúde (OMS) pela propagação do vírus no México e nos EUA e o aumento das mortes nesses países.

A declaração do estado de emergência foi feita ao mesmo tempo em que o alerta epidemiológica foi anunciado, no dia 27 de abril, para intensificar os controles nos aeroportos do país, especialmente aos viajantes procedentes dos EUA e México.

O Paraguai só tem voos diretos para Argentina, Brasil e Uruguai e as conexões aéreas com o México e EUA são realizadas no Peru e Chile.

Apesar do nome, a gripe suína não apresenta risco de infecção por ingestão de carne de porco e derivados. EFE rg/pd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG