Sobe para 6 o número de mortos pela gripe na Bolívia

La Paz, 24 jul (EFE).- Uma mulher de 29 anos sem histórico de doenças morreu na Bolívia por causa da gripe suína, com o que já são seis os mortos no país pela epidemia, informou hoje a agência de informação estatal ABI.

EFE |

De acordo com as autoridades de saúde citadas pela "ABI", a vítima, procedente de Villamontes, na região de Tarija, sul, não apresentava antecedentes patológicos e seu estado de saúde foi piorando devido à gripe.

A mulher foi a um hospital no dia 16 de julho por um problema de amigdalite, mas, apesar de ser tratada com penicilina, seu estado piorou em direção a um quadro de broncopneumonia.

A agência de notícias ressalta que as autoridades esperam para confirmar outra morte, de uma mulher de 37 anos, em La Paz, também possivelmente causada pelo vírus.

A mulher que morreu em Tarija se soma a outras cinco mortes pela epidemia reportadas nas últimas semanas: três em Santa Cruz (leste), outra em La Paz e uma na cidade de El Alto.

Sobre o número de infectados em todo o país, o último boletim das autoridades de saúde, liberado em 20 de julho, informava de 715 casos.

A região amazônica de Pando, fronteira com o Brasil, é a única das nove da Bolívia onde até agora não foram registrados casos oficialmente. EFE sam/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG