Sobe para 6 mortos em incêndio após operação policial em Seul

(atualiza com número de mortos e acrescenta detalhes sobre o incêndio) Seul, 20 jan (EFE).- Pelo menos seis pessoas, entre elas um policial, morreram hoje em um incêndio originado durante um enfrentamento entre a Polícia e um grupo de moradores de uma área em construção no centro de Seul, informa a imprensa local.

EFE |

Outras 17 pessoas, entre elas também vários policiais, ficaram feridas com queimaduras graves, o que faz com que não se descarte um possível aumento no número de mortos, segundo a agência de notícias local "Yonhap".

Cerca de 40 pessoas vinham ocupando ilegalmente o imóvel em construção no qual ocorreu o incidente, em protesto contra um projeto de desenvolvimento imobiliário em Yongsan, na zona central de Seul.

A Polícia iniciou nesta madrugada a operação para despejar os ocupantes, que resistiram lançando bombas de fabricação caseira.

Segundo a rede de televisão sul-coreana "YTN", as autoridades enviaram 1.400 policiais e outros 500 agentes especiais para dispersar os manifestantes.

Várias testemunhas citadas pela "Yonhap" disseram que o fogo começou cerca de 40 minutos depois do começo da operação policial no último apartamento deste edifício de quatro andares.

Lá, os moradores tinham criado um refúgio improvisado onde tinham acumulado seus pertences em três grandes caixas, que ficaram destruídas pelo fogo em menos de um minuto, segundo as testemunhas.

As autoridades suspeitam que o incêndio, gerado no último andar do imóvel, tenha se estendido rapidamente devido ao tipo de material que os ocupantes guardavam. EFE ce/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG