rebatizada de gripe A H1N1) no mundo, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS). A doença atinge 33 países e já matou 61 pessoas." / gripe suína , diz OMS - Mundo - iG" / rebatizada de gripe A H1N1) no mundo, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS). A doença atinge 33 países e já matou 61 pessoas." /

Sobe para 5.728 o número de casos de gripe suína , diz OMS

GENEBRA - Subiu para 5.728 o número de casos de gripe suína (http://ultimosegundo.ig.com.br/mundo/2009/04/30/oms+decide+mudar+nome+da+gripe+suina+5867916.html target=_toprebatizada de gripe A H1N1) no mundo, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS). A doença atinge 33 países e já matou 61 pessoas.

Redação com agências internacionais |


Os Estados Unidos registraram 3.009 casos e três mortes. No México, 2.059 pessoas foram contaminadas e 56 morreram. Mortes também foram registradas no Canadá, que tem 358 infectados, e na Costa Rica, onde oito pessoas têm a doença.

O último boletim da OMS, divulgado na manhã desta quarta-feira, já reconhece o caso registrado em Cuba e anunciado pelo governo da ilha na terça-feira.

O ex-presidente cubano Fidel Castro acusou o México de não alertar o mundo a tempo sobre a epidemia de "gripe suína" para não frustrar uma visita do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, ao país, realizada em abril.

Em coluna publicada na noite de segunda feira na internet, Fidel, afastado do poder há quase três anos por motivo de saúde, disse que países como Cuba estão sofrendo as consequências de o México não ter alertado para a doença anteriormente.

Em resposta a Fidel, o México negou as acusações. "Temos relatado até com riqueza de detalhes toda a história de relatórios à OMS, desde os primeiros dias de abril,", disse o secretário de Saúde do México, José Angel Córdova. "Nunca houve nenhum ocultamento".

Leia também


"Gripe suína" no Brasil


Entenda a "gripe suína"


Leia mais sobre gripe suína

    Leia tudo sobre: gripe suína

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG