Sobe para 497 o número de mortos identificados no terremoto no Chile

Santiago do Chile, 8 mar (EFE).- As autoridades chilenas já identificaram 497 corpos das centenas de vítimas deixadas pelo terremoto e posterior tsunami que atingiu o país em fevereiro.

EFE |

Patrício Rosende, subsecretário do Ministério do Interior, anunciou hoje os nomes de mais 45 mortos. Eles somam-se às 452 vítimas da catástrofe reconhecidas até sexta-feira passada.

O Governo chileno decidiu entregar somente os números sobre os mortos identificados.

Até o momento o Escritório Nacional de Emergência (Onemi) informou a morte de 802 pessoas em decorrência do terremoto.

Rosende também indicou que o Governo pretende reconhecer todos os mortos da catástrofe. "Nos parece que essa é a homenagem que corresponde fazer a esses chilenos", disse.

A afirmação foi uma resposta à informação recebida pela presidente Michelle Bachelet durante uma visita à região do Maule, uma das áreas mais afetadas pela tragédia.

No local, a governante foi informada que podia haver diferenças entre o número de vítimas contabilizado pelo Exército e os números da Onemi. EFE gs/pb/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG