Sobe para 47 o número de mortos em acidente em hidrelétrica russa

As equipes de resgate confirmaram nesta sexta-feira a morte de 47 pessoas no acidente ocorrido na segunda-feira na central hidrelétrica siberiana de Sayano-Shushenskaya, enquanto continua a busca por outros 28 desaparecidos.

EFE |

Os socorristas encontraram nesta sexta-feira, entre os escombros, outros 19 corpos de operários que morreram afogados ou soterrados, após o desabamento do teto e das paredes da sala de máquinas da central, informaram as agências russas.

Reuters
Equipes de resgate procuram sobreviventes (20/08/2009)

"Também foram encontradas partes de outros corpos", afirmou um porta-voz do quartel-general das equipes de resgate à agência oficial "Itar-Tass".

Os trabalhos de resgate continuarão ativamente durante as próximas horas, já que as equipes de emergência conseguiram bombear quase toda a água que alagou a sala de máquinas, o que dificultava até agora, em grande medida, as tarefas.

Como causas do acidente, as autoridades acreditam que houve um aumento da pressão hidráulica nos encanamentos provocada por uma falha durante obras de reparação da central, a maior da Rússia e que foi inaugurada em 1978.

Leia mais sobre: Rússia

    Leia tudo sobre: acidentehidrelétricarússia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG