ISLAMABAD - Pelo menos 45 pessoas morreram nesta quinta-feira e cerca de 60 ficaram feridas em um duplo ataque suicida cometido nos arredores da capital paquistanesa.

Os ataques ocorreram nas portas de acesso de uma grande fábrica militar de armas da zona de Wah Cantt, na localidade de Taxila, a 30 quilômetros do centro de Islamabad.

Os suicidas detonaram a carga explosiva que levavam por volta das 14h40 (5h40 de Brasília) em uma área situada a cerca de 30 quilômetros de Islamabad, onde o Exército tem um grande número de instalações.


Policiais observam local da explosão / AFP

Grande parte do pessoal da fábrica, onde trabalham milhares de pessoas, estava saindo do local quando houve as explosões.

As forças de segurança isolaram a área e os serviços de resgate já começaram a transferir os feridos para hospitais próximos.

Onda de atentados

O Paquistão sofre uma onda de atentados suicidas, com ataques em várias cidades, como Peshawar, Dera Ismail Khan e Lahore, que registraram mais de 50 vítimas fatais nos últimos dez dias.

Os talebans paquistaneses advertiram que os ataques continuarão enquanto persistir a operação que o Exército lançou contra os insurgentes na demarcação tribal de Bajaur, na fronteira com o Afeganistão, onde, em duas semanas, morreram mais de 600 pessoas em combates.

Além disso, as forças de segurança iniciaram nesta quarta-feira outra ofensiva no distrito de Kurram para conter os confrontos entre tribos, que duram semanas e que deixaram várias centenas de mortos.


Mapa do Paquistão

STRONG>Leia mais sobre:  Atentados 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.