Tegucigalpa - Pelo menos 34 pessoas morreram de forma violenta durante as festas do Ano Novo em Honduras, informaram neste sábado fontes do Ministério Público (MP).

Entre as principais causas de morte violenta nesta temporada, estão os atos criminosos, a ingestão de bebidas alcoólicas e os acidentes de trânsito, segundo fontes da Direção de Medicina Legista do Ministério Público.

Em Tegucigalpa e nas regiões central e sul do país, foram registradas 17 vítimas, enquanto as outras 17 morreram no norte e leste de Honduras.

O Ministério de Segurança deve oferecer na próxima segunda-feira um relatório global sobre os incidentes de final de ano, segundo fontes policiais.

Leia mais sobre: Honduras

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.