Sobe para 34 número des casos da gripe no R.Unido

Londres, 7 mai (EFE).- Dois novos casos de gripe suína foram confirmados no Reino Unido, o que eleva para 34 o número de pessoas infectadas com o vírus A (H1N1) neste país, confirmou hoje o ministro da Saúde britânico, Alan Johnson.

EFE |

Apesar do nome, a gripe suína não apresenta risco de infecção por ingestão de carne de porco e derivados.

Em um comparecimento no Parlamento, Johnson disse que um dos dois novos casos diagnosticados corresponde ao aluno de uma das cinco escolas que tiveram que fechar, a fim de conter a propagação do vírus.

Dos 34 casos, entre eles os de 13 crianças, dez são pessoas que não visitaram o México, país onde foi detectado o primeiro foco da doença.

O ministro britânico ressaltou que não há provas de um contágio "sustentado" de vírus entre pessoas neste país, mas advertiu que "esta continua sendo uma situação grave que pode se intensificar".

Sobre isso, o assessor médico do Governo, Liam Donaldson, avisou na terça-feira sobre os riscos de baixar a guarda pelo simples fato de que o vírus não tenha causado nenhuma morte no Reino Unido, e defendeu manter todas as precauções.

O ministro acrescentou no Parlamento que o Reino Unido aumentou suas reservas de remédios antivirais, de modo que agora cobrem 80% da população.

Antes da declaração parlamentar de Johnson, o Governo britânico informou que doará 6 milhões de libras (6,7 milhões de euros) à Organização Mundial da Saúde (OMS) e à ONU para ajudar os países pobres na luta contra a gripe suína. EFE pa/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG