Sobe para 25 o número de mortos em atentado na Inguchétia

(Atualiza números de mortos) Moscou, 19 ago (EFE).- As autoridades da Inguchétia elevaram para 25 o número de mortos no atentado terrorista suicida cometido na segunda-feira contra a sede da Polícia em Nazran, principal cidade dessa república russa.

EFE |

"Segundo os últimos dados, foram identificados 14 cadáveres. Além disso, há outros 11 corpos ainda não identificados", disse Ruslan Tsechoev, vice-primeiro-ministro inguche, à agência "Interfax".

Além disso, outras 29 vítimas do atentado com carro-bomba estão hospitalizadas, na maioria com queimaduras de diversos graus.

Os feridos mais graves foram levados a hospitais de Moscou, Rostov-on-Don e Vladikavkaz.

O presidente russo, Dmitri Medvedev, anunciou ontem que encarregou o vice-ministro do Interior, Arkadi Yedelev, de assumir o controle de todos os corpos de segurança na Inguchétia.

Além disso, instruiu ao ministro do Interior, Rashid Nurgaliev, para que abra uma investigação a fim de esclarecer as circunstâncias do atentado com carro-bomba cometido por um suicida contra a sede da Polícia em Nazran, principal cidade inguche.

O presidente inguche, Yunus-bek Yevkurov, que responsabilizou a guerrilha pelo ataque, mostrou-se hoje contrário à unificação das repúblicas da Chechênia e da Inguchétia como solução para acabar com a violência islâmica.

"O povo da Inguchétia não quer isso. E o povo checheno também não quer. Já estivemos juntos, basta. Todos devem entender que a unificação da Chechênia e da Inguchétia nunca ocorrerá", disse. EFE io/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG