Sobe para 224 o número de mortos em fuga precipitada de templo na Índia

Nova Délhi, 2 out (EFE).- Pelo menos 224 pessoas morreram na fuga precipitada da terça-feira nos acessos de um templo em Jodhpur, estado indiano do Rajastão (oeste), informou hoje à Agência Efe uma fonte oficial, que corrigiu o número prévio de 150 vítimas fatais.

EFE |

"Este súbito aumento ocorreu porque a outra contagem se baseava apenas nos corpos dos hospitais. Mas soubemos que muitas pessoas levaram seus mortos diretamente para casa, por isso não figuraram no primeiro balanço", relatou à Efe o secretário de Interior do Rajastão, S. N. Thanvi.

Segundo Thanvi, essas famílias começaram a comparecer à administração nesta quarta-feira para reivindicar as ajudas prometidas (de US$ 4.200), por isso as autoridades comprovaram a autenticidade de suas reivindicações e fixaram uma nova contagem.

A fuga precipitada ocorreu nos acessos ao templo de Chamunda, situado no interior de um dos fortes mais famosos do Rajastão, o Mehrangarh.

As autoridades reabriram na quarta-feira o templo ao público com maiores medidas de segurança, embora a afluência de peregrinos tenha caído após o acidente. EFE daa/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG