Sobe para 21 número de mortos em naufrágio no Peru

(atualiza número de mortos e acrescenta dados). Lima, 28 mai (EFE).

EFE |

(atualiza número de mortos e acrescenta dados). Lima, 28 mai (EFE).- As autoridades peruanas resgataram, até o momento, 161 sobreviventes e 21 corpos de vítimas de um navio que naufragou na quarta-feira no rio Amazonas, em território do Peru, informou hoje um porta-voz da Defesa Civil. Os últimos corpos foram recuperados pelas equipes de resgate no começo da manhã de hoje, embora ainda não se saiba o número exato de desaparecidos, comentou à Agência Efe o secretário técnico da Defesa Civil em Loreto, Julio López Velásquez. Segundo a fonte, presume-se que ainda haja "entre 15 e 20 corpos" submersos na popa. Logo após virar a embarcação, nesta mesma tarde, um forte mau cheiro começou a ser exalado, de onde se supõe que estavam os corpos. "Ainda não temos confirmados os dados sobre os desaparecidos, porque estamos buscando mais informações", disse Velásquez, que depois garantiu que nenhuma das vítimas fatais é estrangeira. Ele acrescentou que quatro sobreviventes brasileiros foram recebidos pelo cônsul do país e partiram de volta para a cidade amazônica de Iquitos em um navio da Marinha. López Velásquez comentou, citando relatórios da Marinha peruana, que a causa mais provável do afundamento foi a sobrecarga da embarcação e a má acomodação da mercadoria. A embarcação "Camila", com mais de 200 passageiros a bordo, afundou por volta das 2h40 de quarta-feira (3h40 em Brasília), perto de uma comunidade remota no meio da selva peruana, a mais de 50 quilômetros de Iquitos, no rio Amazonas. As operações de resgate são realizadas com guindastes que removeram parcialmente a proa do navio, o que permitiu recuperar novos corpos, assim como móveis, utensílios diversos e combustível. As autoridades consideram que é pouco provável que se encontrem mais corpos na região, já que estes foram possivelmente arrastados pela corrente do rio Amazonas. EFE dub/ab-sa

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG