Sobe para 20 o número de mortos em soterramento em Ilha Grande

São Paulo, 2 jan (EFE).- O número de vítimas do deslizamento de terra provocado pelas chuvas e que soterrou uma pousada em Ilha Grande, no Rio de Janeiro, subiu hoje para 20, segundo os dados mais recentes de fontes oficiais.

EFE |

Uma nova vítima foi encontrada de manhã em meio às toneladas de lama e barro que arrasaram a pousada Sankay na madrugada da sexta-feira.

O governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, visitou hoje Ilha Grande, onde disse à imprensa no local que tinha acabado de receber um telefonema do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

"Tivemos a oportunidade de conversar durante uns dez minutos, nos quais pude expor detalhes, após 24 horas dos fatos, já com saldo de vítimas e balanço de resgates e perspectivas", disse Cabral.

Os bombeiros estimam que, além disso, há 25 desaparecidos na ilha, onde cerca de 100 pessoas, entre policiais, militares e voluntários, trabalharam durante quase toda a noite.

Foram enviados ao local maquinaria pesada e cães treinados.

O deslizamento atingiu pelo menos cinco das propriedades situadas à beira da praia do Bananal.

Apesar de o incidente ter acontecido na celebração do Ano Novo, no momento da tragédia, às 4h30, a maioria dos hóspedes já estava descansando, segundo testemunhas locais.

Por enquanto, apenas oito dos corpos foram identificados, quatro de uma família de Minas Gerais, três de outra de São Paulo e a filha dos donos da pousada, que não tiveram tempo de acordá-la e que conseguiram escapar do desmoronamento pouco antes de este atingir o local.

Fontes da Defesa Civil de Angra dos Reis - município do qual Ilha Grande faz parte - disseram que, durante a noite de 31 de dezembro, choveu na área seis vezes o esperado para todo o mês de dezembro.

Também em Angra dos Reis, outro deslizamento de terra deixou 11 mortos, no saldo provisório, já que, segundo os moradores, há outras 17 pessoas desaparecidas.

Junto aos deslizamentos e ocorrências em outras cidades do estado do Rio de Janeiro, o balanço das chuvas desta semana é de mais de 50 mortos. EFE az/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG