Sobe para 199 número de mortes por inundações na China

Milhares de pessoas precisam deixar suas casas após rio transbordar e romper barragem

Reuters |

As fortes chuvas que atingem a China desde a última semana já mataram 199 pessoas e deixaram 123 desaparecidos, informou a imprensa estatal nesta terça-feira. Na segunda-feira, uma barragem se rompeu após o rio Fu, na província de Jiangxi, transbordar.

Reuters
Homem usa barco para passar por área de enchente na província de Jiangxi

Segundo a agência estatal Xinhua, autoridades locais tentam retirar os moradores que vivem próximo à represa de Changkai. Cerca de 68 mil pessoas foram levadas para lugares mais seguros e 1.200 foram resgatadas da inundação, disse a agência. Ninguém morreu por causa do rompimento da barragem.

Mais de 10 mil pessoas, incluindo tropas militares e policiais, tentavam estancar o fluxo d'água com sacos de areia e outros materiais, acrescentou a Xinhua.

O presidente chinês, Hu Jintao, e o primeiro-ministro do país, Wen Jiabao, pediram esforço total para combater as inundações e salvar vidas após a quebra da barragem, disse a agência.

Segundo o Ministério de Assuntos Civis, outros rios transbordaram e deslizamentos de terra cortaram ligações rodoviárias e ferroviárias no sul do país.

As chuvas torrenciais provocaram inundações repentinas, encharcaram lavouras e interromperam o tráfego de veículos e telecomunicações, forçando a retirada de mais de 2,38 milhões de pessoas, segundo o ministério.

    Leia tudo sobre: chinaenchente

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG