(Atualiza número de mortos) Pequim, 25 fev (EFE).- O número de mortos pela explosão em uma fábrica de amido e glicose da província chinesa de Hebei (norte) subiu hoje para 19 segundo as equipes de resgate, que estão há 22 horas seguidas trabalhando, informou a agência de notícias estatal Xinhua.

O número de feridos neste acidente é de 49, oito deles em estado grave.

O acidente ocorreu ontem em Funing, na cidade de Qinhuangdao. Na tarde de hoje as equipes de socorro finalizaram seus trabalhos, após resgatar dos escombros outros cinco corpos.

Um ferido grave morreu após ser levado ao hospital.

No total, havia 107 operários trabalhando na oficina Número 4 da fábrica Qinhuangdao Lihua Starch Co.Ltd. quando aconteceu a explosão na tarde de ontem e 39 deles conseguiram sair ilesos.

O Governo provincial está investigando as causas do acidente e os resultados preliminares indicam que a explosão pode ter ocorrido por materiais inflamáveis.

A fábrica privada, com um capital registrado de US$ 146,6 milhões, produz amido e glicose e tem 3 mil funcionários.

As autoridades ordenaram a interrupção da produção. A Polícia deteve o subdiretor e o responsável do setor onde aconteceu a explosão.

Com cerca de 10 mil mortos por ano, a China registra o mais alto índice de mortes por acidentes de trabalho no mundo, concentrado em sua maioria no setor de minérios devido à falta de medidas de segurança laboral e ao estado obsoleto das instalações. EFE mz/sa

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.