(atualiza número de mortos e desaparecidos). Tóquio, 12 ago (EFE).- O número de mortos pelo tufão Etau, que atingiu a costa oeste do Japão na segunda-feira, subiu para 18, enquanto outras nove pessoas continuam desaparecidas, informou hoje a agência local de notícias Kyodo.

Segundo informações, 15 das mortes aconteceram na localidade de Sayo e uma outra foi registrada na cidade de Hyogo, nas províncias de Okayama e Tokushima, respectivamente.

Na zona mais atingida da província de Hyogo (sul), a Polícia recuperou o corpo de uma mulher em um canal. Já na província de Tokushima, uma criança de 9 anos foi encontrada morta na noite de ontem.

Também em Sayo, o Exército japonês continua buscando nove pessoas que supostamente desapareceram ao serem arrastadas pelas enchentes provocadas pelo tufão.

Pelo fato de a localidade ter sido a mais atingida pela passagem do tufão "Etau", as autoridades pediram ao Governo japonês que decrete estado de calamidade pública e dê ajuda econômica à região.

Durante a noite de ontem, cerca de mil pessoas de Sayo tiveram que buscar abrigo, enquanto 4.600 lares continuam sem água corrente, algo que pode se estender por toda a semana, segundo a "Kyodo".

Soldados do Exército, policiais e voluntários seguem ajudando os desabrigados e trabalhando para restabelecer os serviços básicos.

Os deslizamentos de terra provocados pelo "Etau" soterraram cerca de 1.660 casas na região.

Segundo a Agência Meteorológica do Japão, o tufão mudou de trajetória e se dirige a nordeste, se afastando do litoral do Japão com ventos de 100 km/h. EFE jmr/rr/sc

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.