Genebra, 6 mai (EFE).- A Organização Mundial da Saúde (OMS) elevou hoje o número de casos confirmados de gripe suína para 1.

658 em um total de 23 países.

Apesar do nome, a gripe suína não apresenta risco de infecção por ingestão de carne de porco e derivados.

O número de pessoas comprovadamente mortas pela doença continua em 30, sendo 29 no México e um nos Estados Unidos, disse Gregory Hartl, porta-voz da OMS.

Os dados evidenciam um aumento de 142 casos confirmados desde o último balanço, divulgado mais cedo hoje.

O México notificou oficialmente 946 ocorrências. Os outros países que informaram sobre novos casos hoje são Canadá, França, Espanha, Nova Zelândia, Suécia, Reino Unido e Guatemala, disse o porta-voz, que não detalhou a situação de cada nação. EFE vh/bba

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.