Sobe para 16 o número de casos da gripe na Colômbia

Bogotá, 26 mai (EFE).- O vírus da gripe suína se estendeu a uma quarta região da Colômbia, com a confirmação do contágio em uma menor e em duas mulheres adultas em Antioquia, e com esses novos casos aumenta para 16 o número de casos no país, informaram hoje, em Bogotá, as autoridades de saúde.

EFE |

As três contraíram o vírus nos Estados Unidos, afirmou o Ministério da Proteção Social colombiano, que indicou que duas delas foram diagnosticadas em Medellín, capital da Antioquia, e a outra em Guatapé, localidade deste mesmo departamento.

O ministério precisou que a menina, radicada nos Estados Unidos, e uma das mulheres adultas tinham viajado de volta a seu país de Nova York, e consultaram o médico nos dias 22 e 19 de maio.

A outra mulher foi a um centro de saúde em 18 de maio, após voltar de Miami, continuou o Ministério da Proteção Social.

"No acompanhamento aos três casos (...), não foram encontradas pessoas sintomáticas no núcleo familiar e social", acrescentou a mesma fonte.

A presença do vírus em Antioquia foi também informada à imprensa pelo governador da região, Luis Alfredo Ramos, para quem se trata de casos que não devem gerar alarme.

"Todos os casos estão sob controle das autoridades sanitárias e não representam um perigo para a comunidade", afirmou Ramos.

Com Antioquia, sobe para quatro o número de departamentos do país com casos confirmados de gripe suína, após Cundinamarca, Casanare e Valle del Cauca.

O Ministério da Proteção Social indicou que o país tem registrados outros 238 casos suspeitos do vírus.

Apesar do nome, a gripe suína não apresenta risco de infecção por ingestão de carne de porco e derivados. EFE jgh/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG