Erupção pode encurtar viagem do presidente dos EUA, Barack Obama, ao país, que acontece nesta terça-feira

Subiu para 153 o número de mortes causadas pela erupção do vulcão Merapi, na ilha de Java, na Indonésia. Segundo a Agência Nacional de Gestão de Desastres, mais de 320 mil pessoas deixaram suas casas e estão em centros localizados a 20 quilômetros do vulcão.

Moradores observma vulcão Merapi na ilha de Java, na Indonésia
© AP
Moradores observma vulcão Merapi na ilha de Java, na Indonésia

O vulcão, de 2.194 metros de altura, entrou em erupção pela primeira vez em 26 de outubro. Milhares de hectares de plantações foram queimados e povoados próximos ficaram cobertos por uma grossa camada de cinzas.

A erupção poderá encurtar a visita do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, à Indonésia. Obama desembarcou em Jacarta na manhã desta terça-feira e deve ficar no país por cerca de 24 horas. No entanto, a Casa Branca afirmou que, por causa do vulcão, a partida pode ser antecipada.

As autoridades americanas temem que as cinzas do vulcão atrapalhem o tráfego aéreo da Indonésia, como ocorreu no fim de semana. Várias companhias aéreas cancelaram voos em Jacarta, que fica a oeste da ilha de Java. Considerado o vulcão mais perigoso do país, o Merapi ("Montanha de Fogo" em javanês) já teve 70 erupções desde meados do século 16, algumas devastadoras, como a de 1930, que deixou 1,4 mil mortos.

You need to upgrade your Flash Player

Com AP e AFP

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.