Sobe para 14 o número de mortos pela gripe H1N1 no Chile

SANTIAGO (Reuters) - O Chile, que confirmou o maior número de casos da nova gripe H1N1 na América do Sul, elevou para 14 o total de mortos pela doença no país, que contagiou 7.342 pessoas. O vírus da nova gripe se demonstrou altamente transmissível entre a população chilena, em meio às baixas temperaturas do inverno local.

Reuters |

"Em relação aos casos confirmados por laboratório, 3,4 por cento necessitaram de hospitalização e 0,2 por cento (14 casos) faleceram", disse em comunicado o Ministério da Saúde.

Crianças em idade escolar foram as mais afetadas e são 56 por cento do total de casos confirmados.

A doença se propagou em todas as regiões do país após os primeiros casos terem sido confirmados na capital, Santiago, e na cidade de Puerto Montt, ao sul do país.

(Reportagem de Antonio de la Jara)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG