Sobe a 61 número de mortos em incêndio em discoteca de Bangcoc

Bangcoc, 3 jan (EFE).- As autoridades da Tailândia elevaram hoje para 61 o número de vítimas no incêndio que destruiu uma discoteca em Bangcoc na madrugada de 1º de janeiro, após as mortes de duas pessoas devido a graves queimaduras.

EFE |

As últimas vítimas, um homem de 26 anos e uma mulher de 30, morreram ontem à noite em um hospital de Bangcoc, informou à imprensa um porta-voz do centro médico.

A Polícia afirmou que ainda falta identificar 13 corpos carbonizados na tragédia da discoteca Santika, consumida pelas chamas aparentemente geradas por um show pirotécnico.

O tenente-general Boonruang Pholphanit, do escritório do comissário-geral da Polícia, afirmou que especialistas empregarão os mesmos métodos de identificação de cadáveres usados nas vítimas do tsunami de dezembro de 2004. EFE tai/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG