Sobe a 30 número de mortos em ataque suicida no Paquistão

Islamabad - Pelo menos 30 pessoas morreram e outras 57 ficaram feridas em um ataque suicida hoje durante um funeral no centro do Paquistão, em um incidente que foi seguido por enfrentamentos entre civis e a Polícia.

EFE |

O atentado aconteceu perto de um cemitério na cidade de Dera Ismail Khan, na Província da Fronteira Noroeste, de acordo com fontes policiais citadas pelo canal paquistanês "Dawn TV".

AFP

Após ataques, polícia toma a cidade e faz patrulhas

"Foi um atentado suicida. O agressor se infiltrou em uma procissão funerária xiita", confirmou à Agência Efe um porta-voz da Polícia local.

Por enquanto, nenhum grupo reivindicou a autoria do atentado e as autoridades ordenaram o desdobramento do Exército para restabelecer a ordem na cidade.

Após a explosão, dezenas de pessoas enfurecidas atacaram um posto de controle policial próximo e começaram a lançar pedras e destruir veículos, o que dificultou as operações de resgate.

Fora isso, aconteceram vários tiroteios, e a maioria das lojas e mercados fecharam suas portas.

Tanto o primeiro-ministro do Paquistão, Yousaf Razá Gillani, quanto o presidente Asif Alí Zardari se apressaram para condenar o atentado, segundo a "Geo TV".

Segundo o relatório divulgado em janeiro passado por um centro de estudos geoestratégicos, quase oito mil pessoas morreram em 2008 em consequência da violência no Paquistão, onde aconteceram mais de dois mil atos de terrorismo.

A Província da Fronteira Noroeste é um dos principais focos de violência, local de um forte movimento fundamentalista que se apoia nas tribos pashtuns.

Leia mais sobre: atentado

    Leia tudo sobre: paquistão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG