Sobe a 179 número de mortos em terremoto na Itália

Roma, 7 abr (EFE).- O número de mortos já chega a 179 na área que cerca o epicentro do terremoto registrado na segunda-feira no centro da Itália, enquanto seguem, dificultados por réplicas ocorridas ao longo da noite, os trabalhos de busca e resgate de vítimas.

EFE |

A imprensa italiana informa hoje sobre 40 mortos ainda não identificados, 34 desaparecidos, 1.500 feridos e 17 mil desabrigados.

Equipes de resgate recuperaram às 2h (21h, Brasília) Marta Valente, uma jovem que estava presa nos escombros de um imóvel de quatro andares que desabou devido ao terremoto.

A jovem é uma estudante da província de Teramo que deve sua vida a um golpe de sorte, já que quando desabou o edifício em que dormia, vários pedaços grandes de cimento armado evitaram que ela fosse atingida com maior risco por escombros.

Durante a noite, continuaram ocorrendo réplicas do terremoto de 5,8 graus na escala Richter que sacudiu ontem a região de Abruzzo e cujo epicentro foi a cerca de 100 quilômetros de Roma.

Algumas das réplicas interromperam os trabalhos de resgate, como a que aconteceu às 1h15 (20h15 de segunda) e que teve uma magnitude de 4,8 graus na escala Richter.

Apesar do frio, muita gente preferiu passar a noite no interior de seus carros, enquanto prossegue a mudança de desabrigados a diversos hotéis e albergues do litoral do mar Adriático. EFE fab/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG