Sobe a 128 número de mortos em incêndios no sul da Austrália

Sidney (Austrália) - Pelo menos 128 pessoas morreram no sul da Austrália nos piores incêndios vistos no país nos últimos tempos, segundo informou nesta segunda-feira a Polícia do estado de Victoria.

EFE |

Pelo menos 31 focos continuam ativos em Victoria, o que levou que as autoridades a afirmar que o número de vítimas deve aumentar ainda mais nas próximas horas.


Bombeiro toma água durante o combate ao fogo na Austrália

Equipes de identificação de corpos que trabalharam nos atentados terroristas da ilha de Bali, na Indonésia, em 2002, atuarão em Victoria para recolher mostras de dentes, impressões digitais, placa de veículos e bens pessoais para identificar os cadáveres carbonizados.

As dezenas de focos de incêndio destruíram pelo menos 750 casas e mais de 330 mil hectares de floresta e de zonas urbanizadas, e, segundo especialistas, ainda serão necessárias semanas para controlar totalmente o fogo.

O primeiro-ministro australiano, Kevin Rudd, disse na emissora de televisão "Channel Nine" que o número de vítimas voltará a aumentar.

Rudd, visivelmente emocionado, explicou que o Exército ajudará na construção de novas linhas de contenção e anunciou que o governo aceitou a ajuda oferecida pela Nova Zelândia, que enviará 100 bombeiros.

A região sul da Austrália estava há duas semanas com uma onda de calor sem precedentes, quando se desencadearam os incêndios, alguns dos quais a polícia acredita terem sido criminosos.

Leia mais sobre: incêndios

    Leia tudo sobre: austráliaincêndio

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG