Só um idiota confiaria na Coréia do Norte, diz Condoleezza Rice

WASHINGTON (Reuters) - A secretária de Estado dos EUA, Condoleezza Rice, disse em uma entrevista divulgada na sexta-feira que apenas um idiota confiaria na Coréia do Norte, motivo pelo qual os Estados Unidos insistem em conseguir uma maneira de checar suas armas nucleares. Falando a um grupo de especialistas em política externa e estudantes na quarta-feira, Rice rejeitou as críticas de conservadores dos EUA de que o governo Bush tem sido muito complacente com os norte-coreanos nos últimos anos.

Reuters |

"Ninguém estava confiando nos norte-coreanos. Quer dizer, quem confia nos norte-coreanos? Você teria que ser um idiota para confiar nos norte-coreanos", disse Rice durante evento no Conselho de Relações Exteriores dos EUA. "É por isso que nós temos um protocolo de verificação que nós estamos negociando", acrescentou, de acordo com transcrição fornecida pelo Departamento de Estado.

Um acordo multilateral sob o qual Pyongyang abandonaria seus programas nucleares tornou-se nulo depois da recusa dos norte-coreanos de oferecer uma maneira de verificar suas afirmações sobre o programa nuclear do país.

O ponto que gerou a discórdia parece ter sido a relutância da Coréia do Norte em permitir que inspetores levem amostras para teste.

O presidente dos EUA, George W. Bush esperava que um acordo sobre as inspeções com a Coréia do Norte, que conduziu um teste nuclear em novembro de 2006, abriria o caminho para desmantelar as instalações para fabricação de armas nucleares do país.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG