caótica , segundo testemunhas - Mundo - iG" /

Situação em Porto Príncipe é caótica , segundo testemunhas

Jimani (R.Dominicana), 13 jan (EFE).

EFE |

- A situação é "caótica" em Porto Príncipe, onde pode haver muitos mortos em consequência do terremoto de 7 graus na escala Richter registrado na terça-feira, segundo as informações recebidas na República Dominicana.

Javier Domínguez, tenente-coronel da inteligência militar dominicana, disse à Agência Efe no posto fronteiriço de Jimani que essas informações indicam também que "pelo menos 100 edifícios" desabaram na capital haitiana.

Entre esses edifícios, está uma prisão, de onde se acredita que tenham escapado um número indeterminado de presos e houve mortes, acrescentou.

O militar disse que as autoridades haitianas começaram a transferir em ambulâncias os primeiros feridos de Porto Príncipe a centros médicos da República Dominicana, aonde já chegou um primeiro grupo de seis vítimas - três haitianos e três dominicanos.

Domínguez informou que as autoridades dominicanas estão preparando uma grande operação militar na área fronteiriça com o Haiti, país que compartilha com a República Dominicana a ilha de Hispaniola, para evitar um êxodo em massa de haitianos.

O terremoto, cujo epicentro ficou 15 quilômetros ao sudoeste da capital haitiana, causou muita destruição em Porto Príncipe e não se sabe ainda o número de vítimas.

As réplicas do terremoto, de entre 4,5 e 5,9 graus na escala Richter, continuam hoje com certa frequência e podem continua acontecendo "durante mais alguns dias", segundo o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS, em inglês), que não descarta a possibilidade de um novo tremor. EFE js/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG