Site brasileiro quer mapear crimes no mundo

Um site criado por um professor universitário brasileiro quer mapear a ocorrência de crimes em todo o mundo, para identificar as áreas mais violentas com base nas informações das próprias vítimas. Isso porque o professor universitário brasileiro Vasco Furtado criou um site que permite aos usuários a registrar casos criminais não só no Brasil, mas também em outros lugares do mundo.

BBC Brasil |

O wikicrimes.org, criado pelo professor cearense Vasco Furtado, é um portal com mapa interativo onde as pessoas podem registrar as zonas que têm maior índice de criminalidade, de acordo com experiências pessoais.

Com isso, Furtado espera ajudar a população brasileira a mapear as áreas mais perigosas do país. Segundo ele, o Estado no Brasil "monopoliza" a informação sobre os delitos e os números são questionados.

Além disso, muitas pessoas acreditam que não adianta reportar alguns crimes à polícia. "Cerca de 50% de alguns tipos de crimes não são denunciados", afirma Furtado.

Site interativo
Com base nestes fatores, Furtado teve a iniciativa de criar um programa de computador interativo através do site wikicrimes.org.

"É uma forma que permite à população declarar 'esta região é perigosa, aqui ocorrem crimes'. A informação é para o cidadão, que é quem decidirá o que fazer com os dados que considere relevante", explica Furtado.

A estatística publicada no site na manhã desta terça-feira mostrava 615 casos registrados em Fortaleza, 66 no Rio de Janeiro, 64 em Campo Grande e 38 em São Paulo.

Furtado acredita que estas informações fornecidas poderiam ser complementadas com dados policiais. No entanto, o professor disse à BBC que já convidou autoridades a colocar dados na página, mas não recebeu nenhuma resposta.

O departamento de Polícia Civil do Rio de Janeiro afirmou à BBC que tem a preocupação de "não revelar dados que possam restringir" o seu trabalho. Além disso, quer evitar criar uma sensação de insegurança à população.

O site wikicrimes.org causa polêmica. Se por um lado as pessoas podem contar com um site para registrar suas próprias experiências, ajudando a mapear áreas de risco, por outro, uma das maiores desvantagens é que a informação publicada não pode ser comprovada.

Para "denunciar" na internet basta se cadastrar como usuário do site e clicar no lugar onde ocorreu o crime. Algumas informações serão solicitadas como dia e hora do crime, número de pessoas envolvidas e testemunhas.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG