Sistemas de cargueiro espacial russo apresentam falhas ao se acoplar à ISS

Moscou, 30 nov (EFE) - Os sistemas do primeiro cargueiro russo de nova geração Progress M-01M registraram algumas falhas durante o vôo e o acoplamento hoje à Estação Espacial Internacional (ISS), segundo informaram os responsáveis do programa espacial da Rússia. Devido a essas falhas, o engate da nave não pôde ser feito automaticamente, e sim manualmente através da ISS pelo astronauta russo Yuri Lonchakov, disse o chefe do programa de vôo do segmento russo da plataforma orbital, Vladimir Soloviov. Durante a fase final do acoplamento automático (...

EFE |

) houve uma perda de informação transmitida por freqüências e se desligaram os sensores do sistema Kurs", destacou o especialista.

"Como resultado, aproximamos a nave a uma distância de 30 metros e ordenamos à tripulação passar ao regime manual de comando", disse Soloviov, que acrescentou que os especialistas do CCVE estudarão as possíveis conseqüências destas falhas, segundo a agência "Interfax".

O dirigente do programa espacial revelou que também houve erros após o lançamento e condução à órbita da "Progress", quando demorou a ser desdobrada uma das antenas responsáveis pela aproximação do cargueiro à plataforma cósmica.

Este incidente pode ter sido provocado pelas sobrecargas dinâmicas e térmicas da nave, e durante o vôo também houve toda uma série de pequenas falhas tanto dos sistemas da nave quanto dos equipamentos terrestres de medição, destacou.

A "Progress M-01M" se acoplou às 10h28 (horário de Brasília) ao módulo Pirs da ISS, cuja missão permanente atual é integrada por Lonchakov e pelos astronautas da Nasa (agência espacial americana) Michael Fincke e Sandra Magnus. EFE si/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG