Sírio usa escada humana para fugir de prisão no Líbano

Beirute, 18 ago (EFE).- Um integrante do grupo islâmico Fatah al-Islam fugiu hoje de uma prisão do Líbano graças a uma escada humana formada por outros sete detentos.

EFE |

Segundo a "Agência Nacional de Notícias" ("ANN"), eram cerca de 5h30 (23h30 de segunda-feira em Brasília), quando o sírio Taha al-Hajj Suleiman escalou o corpo dos colegas para pular o muro do presídio de Rumieh, o maior do país e localizado ao norte de Beirute.

Depois que o alarme soou, policiais e soldados, apoiados por helicópteros, saíram em busca do fugitivo.

De acordo com a "ANN", os ministros de Interior e Justiça, Ziad Barudi e Ibrahim Najar, respectivamente, ordenaram a abertura de uma investigação para identificar os responsáveis pelo ocorrido.

Em declarações à rede de TV "LBC", Najar disse que as autoridades estão investigando o uso de ferramentas para cortas as barras de uma janela, "o que indica que há um falha na supervisão da prisão".

O Fatah al-Islam é um grupo radical de origem palestina que lutou contra o Exército libanês durante três meses em 2007, no campo de refugiados palestinos de Naher el-Bared, no norte do país. EFE ks/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG